NOVIDADE: Loja online!
Milão – Florença

Milão – Florença

Não hesitei na hora de comprar o voo para Milão mas à medida que ia pesquisando e procurando sugestões sobre a cidade encontrei muitos comentários negativos. E nada como a nossa experiência para tiramos as nossas próprias conclusões. Eu adorei Milão e voltaria sem qualquer dúvida, nada me desiludiu na cidade. Gosto viajar liberta de grandes compromissos e programas rígidos, levando apenas uma visita já marcada. Visitar os ícones de Milão fizemos logo ao chegar, a grandiosa e famosa Catedral e as Galerias Vittorio Emanuele II. Uma amiga tinha-me dito para não deixar de ir ver a Última Ceia, não me entusiasmou muito mas marcamos a visita com antecedência. No próprio dia estávamos super atrasadas e ainda mais desmotivadas por ser numa ponta da cidade que não nos dizia muita coisa. Chegamos, a nossa visita era às 11.30 mas deram-nos bilhetes para as 12h e entregamos logo. Ouvimos uma guia explicar aos seus turistas que a obra em questão de Leonardo da Vinci fica num refeitório/cozinha da igreja de Santa Maria delle Grazie e pensamos a sério que vamos perder a nossa manhã. Éramos as primeira à porta e quando esta abriu lá ficámos petrificadas, não dá para descrever nem o faria, pois quem vai a Milão tem de ir ver. Foi dos melhores conselhos e aproveito para deixar o link onde encontramos os bilhetes mais baratos aqui. Por favor, não percam. Para quem gosta de experimentar comer coisas novas em viagem não pode deixar de provar ARANCINES. Há de várias coisas e até vegetarianos e são das melhores coisas que já provei em viagem. Vou deixar o link do Facebook deles, é uma pequena casa de Sicilianos na zona do rio em Milão. Ainda sobre comida, a ideia que tinha era de que Milão não seria a melhor cidade para comer pizza mas até nisso esta cidade me conquistou. Estão a ver aquela massa fina que partimos e os ingredientes não escorregam e comemos até ao fim a pensar que comíamos mais. Encontrei em Milão e gostamos tanto que fomos dois dias seguidos, também vou deixar o nome – Viveca Tadino [Via Alessandro Tadino, 9, 20124 Milano MI, Italy].

E depois de dois dias em Milão um novo destino, 1h40m de comboio e estávamos em Florença. Já feito uma visita relâmpago à cidade de poucas horas quando estive em Roma mas lembrava de muito pouco, apenas de algumas ruas e da Ponte Vecchio, famosa pelas suas lojas de jóias. Também aqui tínhamos apenas uma visita marcada, às Galerias Uffizi, dos mais antigos museus do mundo. As filas são enormes para a sua visita e mais uma vez vou deixar o link onde podem encontrar os bilhetes ao melhor preço, pois vimos sites com preços muito superiores ao que depois pagamos através deste link .  Vale muito a pena, tem obras imperdíveis. Desfrutamos das ruas históricas e monumentos da cidade e em termos de restaurantes e gelatarias é tão grande e sempre tão boa que não vou deixar nenhuma recomendação em especial. É uma cidade muito fácil de ver e por isso no terceiro dia, antes de regressarmos decidimos ir a Pisa que fica a mais ou menos 1hora de comboio. Infelizmente havia uma greve e a nossa viagem foi cancelada, sendo o nosso voo nesse dia não poderíamos arriscar outro horário, mas quem conseguir faça esse passeio. Com este improviso e a cidade já percorrida decidimos aventurar-nos até ao ponto alto, bem alto da cidade, à Piazzale Michelangelo, com uma vista panorâmica para a cidade. A caminhada é de mais ou menos meia hora e é preciso fôlego para subir longas e íngremes escadas. Dizem que é dos pôr-do-sol mais bonitos, quem tiver oportunidade não perca. Mas vale a pena de qualquer maneira não sair de Florença sem subir até este miradouro.

Agora, vou ali descansar destes dias tão mas tão bons!!

Cláudia Cordeiro

Licenciada em Direito, com pós-graduação em Práticas Forenses e em Prática Notarial. Em 2013, frequentei o Curso de Consultoria de Imagem da Blossom e assim nasce o projecto de Consultoria de Imagem & Styling by Cláudia Cordeiro.

Deixe uma resposta

Close Menu
×
×

Cart